novo vocabulário ortográfico

Conciliador do Acordo de 1990 com a Norma de 1945

Com Prontuário anexo

 

AQUI

 

    Não pretende fazer lei na língua, mas propiciar que haja uma entidade idónea que elabore um amplo vocabulário que proteja a variedade portuguesa da língua.

Autoria: D’ Silvas Filho

Editora: Guerra e Paz

Apoio: Sociedade Portuguesa de Autores

 

    Notícia  (aqui) para o Pórtico Ciberdúvidas

 

    Quanto às objeções finais do autor do artigo em Ciberdúvidas, sublinha-se:

    As pessoas que estudam o AO90 sem preconceitos não consideram de todo as referências indicadas: O vocabulário do ILTEC, por ser um abuso fonético (supressão drástica de todas as consoantes não articuladas, com palavras inventadas e contrariando a unificação pretendida no AO90); o da Infopédia, idem e com os mamarrachos das palavras começadas por st; o vocabulário da ACL, um arremedo também fonético, que julgo poucos consultam e desprestigiante das posições da ACL há bem pouco tempo tomadas; e o Vocabulário Comum da ILLP, um contrassenso na sua falsa unidade em oito versões.

    Como se diz na badana do livro, os pecados capitais da aplicação do AO90 em Portugal tornam-no inconveniente, impondo-se melhoramentos enquando o AO90 não puder ser refundido.

 D' Silvas Filho